O que a 123 Milhas fez que desagradou o Ministério da Justiça?

123 milhas problemas na justiça

O Ministério da Justiça, em nota divulgada recentemente, declarou que a empresa 123 Milhas não tem o direito de forçar seus clientes a aceitar reembolsos por meio de vouchers em vez de dinheiro.

Esta declaração surge após a agência de viagens anunciar a suspensão de pacotes e a emissão de passagens promocionais de setembro a dezembro de 2023, citando “circunstâncias de mercado adversas”.

O Ministério do Turismo considerou a situação preocupante e planeja iniciar uma investigação. Além disso, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) afirmou que notificará á 123 Milhas para obter explicações sobre os cancelamentos. A empresa respondeu dizendo que reembolsará os clientes com vouchers corrigidos acima da inflação e dos juros de mercado.

Veja Outros Conteúdos

Deixe um comentário