Como emitir boleto Mei? Passo a Passo para Gerar das Mensal do Simples Nacional

das-mei-atrassado-como-pagar-e-como-puxar-boleto-do-mei

Se você é um microempreendedor individual (MEI), já sabe o quão importante é manter a regularidade de suas obrigações fiscais. E uma das principais preocupações é saber como pagar o MEI corretamente. 

Não se preocupe, este guia foi criado para descomplicar esse processo e ajudar você a manter sua empresa em dia. Vamos direto ao ponto!

Como emitir o das mensal do MEI: Passo a passo com vídeo

Aqui, vamos detalhar o processo de pagamento do MEI em um passo a passo simples. Se você está começando ou já é um MEI, este guia vai te ajudar a ficar em conformidade com a legislação.

1. Gere o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional)

O DAS é o boleto que permite o pagamento de todos os impostos do MEI em uma única guia. Para gerá-lo, acesse o Portal do Empreendedor ou utilize o aplicativo MEI Fácil. Você pode fazer isso mensalmente, caso sua atividade seja comercial ou industrial, ou anualmente, se for uma atividade de prestação de serviços.

2. Verifique o Valor devido

O valor a ser pago mensalmente varia de acordo com a atividade que você exerce. É importante verificar a tabela do Simples Nacional. O valor do das MEI já vem com todos os cálculos automáticos, basta apenas selecionar o mês desejado e emitir o PDF ou a opção pagar online e seguir para o pagamento. 

(Recomendamos que você emita o documento em PDF e depois pague com o banco de sua preferência)

3. Efetue o Pagamento do DAS

Após gerar o DAS e conferir o valor, efetue o pagamento até a data de vencimento, que geralmente é o dia 20 de cada mês. Lembre-se de que, caso atrase o pagamento, haverá multas e juros diarios.

4. Declaração Anual do Simples Nacional

Anualmente, o MEI deve fazer a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI). Nela, você informa sua receita bruta anual, referente ao ano anterior. O prazo para envio geralmente é até o último dia de maio (Mas você deve sempre estar atento as noticias e a possíveis mudanças na legislação Brasileira).

5. Esteja Atento às Obrigações Acessórias

Além do DAS e da DASN-SIMEI, o MEI deve ficar atento a outras obrigações, como a emissão de notas fiscais (caso sua atividade exija), a manutenção do Livro Caixa e o cumprimento de obrigações previdenciárias.

Vídeo Tutorial para Gerar das MEI e Como Pagar o MEI 

Veja seguir o passo a passo em vídeo de como pagar o das mei:

Perguntas Frequentes sobre MEI

1. Posso pagar o DAS em atraso?

Sim, é possível pagar o DAS em atraso, porém, haverá multa e juros proporcionais aos meses de atraso.

2. O que acontece se eu não pagar o MEI?

O não pagamento do MEI pode levar à suspensão das atividades e à exclusão do Simples Nacional, o que gera a necessidade de pagar os tributos devidos retroativamente.

3. Preciso de um contador para pagar o MEI?

Não é obrigatório, mas ter um contador pode facilitar o processo e garantir que você esteja em conformidade com todas as obrigações.

4. Quais são as consequências de não entregar a DASN-SIMEI?

A não entrega da DASN-SIMEI (Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual) pode acarretar em sérias consequências para o MEI.

Entre as penalidades, estão a aplicação de multas que variam de acordo com o tempo de atraso na entrega, além da impossibilidade de imprimir os boletos mensais (DAS) enquanto a declaração não for regularizada. 

Além disso, a inadimplência com essa obrigação acessória pode resultar na exclusão do MEI do Simples Nacional, o que obriga o empreendedor a pagar os tributos retroativamente, ou seja, todos os impostos que deveriam ter sido pagos desde o início do ano em questão. 

Portanto, é fundamental entregar a DASN-SIMEI dentro do prazo estabelecido, que geralmente vai até o último dia de maio de cada ano, para evitar essas complicações e manter a regularidade como Microempreendedor Individual.

Quanto um MEI pode faturar no ano?

O MEI (Microempreendedor Individual) pode faturar até R$ 81.000,00 por ano, de acordo com as regras de 2022. Esse limite é estabelecido para garantir que o MEI mantenha seu enquadramento nessa categoria de empreendedor individual.

É importante estar ciente desse valor e acompanhar qualquer atualização nas regras, já que ele pode ser reajustado periodicamente.

Conclusão

Pagar o MEI pode parecer complicado no início, mas, seguindo os passos acima, você estará no caminho certo para manter sua empresa regularizada. Lembre-se de gerar o DAS, verificar o valor devido, efetuar o pagamento em dia, relatar sua receita anual e cumprir as obrigações acessórias.

E se tiver dúvidas, conte com o auxílio de um contador para tornar o processo mais simples. Mantenha-se informado e evite problemas futuros. A regularidade fiscal é essencial para o sucesso do seu negócio como MEI.

Agora que você sabe como pagar o MEI, que tal conferir outros artigos úteis em nosso blog? Descubra mais sobre as obrigações, dicas de gestão e muito mais para melhorar seu negócio. Fique por dentro das novidades e alcance o sucesso como microempreendedor!

Deixe um comentário