Incerteza da inflação na Europa, Revela Presidente do Banco Central Europeu (BCE)

inflação na Europa Christine Lagarde

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, em sua recente participação na reunião de responsáveis de bancos centrais em Jackson Hole, EUA, enfatizou que a luta contra a inflação ainda não foi vencida. 

Apesar de acreditar que a política restritiva está progredindo, Lagarde ressaltou a necessidade de manter as taxas de juro em níveis restritivos até que a inflação retorne ao objetivo de médio prazo de 2%. Ela também destacou os desafios que as mudanças nas relações econômicas representam para os gestores monetários e a importância de agir mesmo sem total clareza sobre o novo ambiente econômico.

Christine Lagarde, à frente do Banco Central Europeu (BCE), destacou que a batalha pela estabilidade inflacionária permanece em aberto, mesmo percebendo avanços na estratégia restritiva adotada.

No encerramento do debate em Jackson Hole, EUA, onde líderes de bancos centrais globais se reuniram, Lagarde reiterou o compromisso do BCE em manter sua abordagem restritiva.

Em meio ao cenário atual, o BCE tem como meta manter as taxas de juro em patamares estritamente controlados até que a inflação retorne ao alvo de 2% no médio prazo, ela enfatizou.

Lagarde, originária da França, sinalizou uma iminente transformação nas dinâmicas econômicas. Isso apresenta um desafio notável para aqueles que gerenciam a moeda com foco na estabilidade.

Dada a natureza deslocada das estratégias do banco central, Lagarde insiste que ações devem ser tomadas mesmo antes de ter uma visão clara do cenário econômico emergente. A verdadeira repercussão das decisões só será percebida após sua execução.

Ela ressaltou a necessidade de definir claramente o papel da política monetária, considerando a estabilidade de preços como um suporte essencial para um ambiente propício ao investimento, evitando que a própria política se torne uma variável incerta.

O que o Banco central Europeu irá fazer ?

Manter as projeções inflacionárias estáveis, mesmo diante de variações temporárias, é vital, especialmente em economias susceptíveis a turbulências, argumentou a chefe do BCE.

Lagarde observou: “Não temos um guia pré-definido para os desafios atuais; nossa missão é desenvolver um”.

Ela ainda destacou a necessidade de adaptabilidade e inovação na formulação de políticas em tempos de mudanças rápidas. Os bancos centrais, segundo ela, devem ser o alicerce para decisões econômicas, assegurando a estabilidade de preços conforme seus mandatos.

Ao projetar o futuro, Lagarde enfatizou: “Precisamos ser precisos em nossas metas, adaptáveis em nossas avaliações e transparentes em nossa comunicação”.

Notavelmente, as taxas Euribor viram um aumento acentuado desde 04 de fevereiro de 2022. Isso ocorreu após o BCE sinalizar possíveis elevações nas taxas de juro, em resposta ao crescimento inflacionário na zona do euro. Este movimento ganhou impulso com a ação militar da Rússia na Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022.

O BCE agendou sua próxima sessão sobre política monetária para 14 de setembro.

Deixe um comentário