Google Anuncia Centena Demissões em Suas Equipes de Hardware e Engenharia

O Google, controlado pela Alphabet, anunciou a demissão de centenas de funcionários em várias de suas equipes, incluindo as responsáveis por hardware, assistente de voz e realidade aumentada. A decisão faz parte de um esforço contínuo da gigante da tecnologia para cortar custos.

As demissões afetam principalmente a unidade de assistente de voz do Google e a equipe de hardware, que inclui os produtos Pixel, Nest e Fitbit. Além disso, a maioria dos membros da equipe de realidade aumentada está sendo dispensada. Os cofundadores da Fitbit, James Park e Eric Friedman, também estão deixando a empresa.

O Google adquiriu a Fitbit por US$ 2,1 bilhões em 2021, mas continuou a lançar novas versões de seu Pixel Watch, um produto que concorre com dispositivos da Fitbit e o Apple Watch. As demissões podem afetar o desenvolvimento futuro de produtos de hardware do Google.

Reestruturação em meio à adoção de IA Generativa

A reorganização das equipes ocorre em um momento em que empresas como Google e Microsoft estão apostando na crescente adoção da tecnologia de inteligência artificial (IA) generativa. O Google anunciou planos para adicionar recursos de IA generativa ao seu assistente virtual, permitindo que ele ajude os usuários de maneiras mais avançadas.

Em janeiro de 2023, a Alphabet anunciou planos para cortar 12 mil empregos, o equivalente a 6% de sua força de trabalho global. Em setembro de 2023, a Alphabet tinha 182,4 mil funcionários em todo o mundo.

Leia mais:

As demissões no Google indicam um período de mudanças significativas dentro da empresa, à medida que ela se adapta às novas demandas do mercado e explora o potencial da IA generativa. Esses cortes refletem os desafios enfrentados pelas gigantes da tecnologia em um ambiente econômico incerto.

Deixe um comentário