Vendas de Etanol no Brasil Disparam e Alcançam o Maior Volume Desde 2020

O mercado de biocombustíveis no Brasil junto com as usinas do Centro-Sul do país registraram um aumento significativo nas vendas de etanol, alcançando um volume impressionante de 3 bilhões de litros comercializados, o maior desde outubro de 2020. Este resultado representou um crescimento robusto de 38% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Principais destaques:

  • Comercialização de 3 bilhões de litros de etanol em janeiro de 2024.
  • Crescimento de 38% em comparação a janeiro de 2023.
  • Etanol hidratado lidera a demanda com um aumento de 75% nas vendas.

A comercialização do etanol anidro, utilizado na mistura com a gasolina, viu um crescimento modesto de 1,3%, totalizando 1,11 bilhão de litros. Por outro lado, a venda de etanol hidratado, aquele utilizado diretamente nos veículos, teve um salto de 75%, chegando a 1,9 bilhão de litros. Esse aumento expressivo destaca a competitividade do etanol nas bombas, uma tendência que vem se mantendo por meses, conforme indicado pela última semana de dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), que apontou uma paridade média de 61,7% entre o preço do etanol hidratado e da gasolina C.

Leia mais:

O aumento da demanda pelo etanol vem aliviando os estoques das usinas, especialmente em um contexto de safra recorde. Com os preços médios de janeiro sendo os menores desde 2020, o mercado só começou a esboçar uma reação nos últimos dias do mês.

No entanto, a queda dos preços teve um impacto significativo no desempenho financeiro de algumas usinas. A São Martinho viu seu lucro reduzir pela metade no terceiro trimestre, enquanto a Jalles Machado registrou uma queda de 83% no lucro no mesmo período. A Raízen, por outro lado, conseguiu minimizar os efeitos negativos graças aos resultados de outras unidades de negócio, apesar de o lucro ter sido afetado pelo desempenho do segmento de biocombustíveis.

Ricardo Mussa, CEO da Raízen, expressou otimismo ao afirmar para investidores e jornalistas que não prevê uma nova queda nos preços do etanol, destacando a diferença significativa nos preços entre o etanol e a gasolina como um fenômeno inédito.

Este crescimento nas vendas de etanol reflete uma mudança significativa na preferência dos consumidores e sinaliza um fortalecimento contínuo do mercado de biocombustíveis no Brasil.

Deixe um comentário